terça-feira, 11 de março de 2008

SOBRE O CAZUZA




Recebo pela vigésima vez um e-mail de um texto de uma psicóloga criticando o filme do Cazuza. Também não gostei do filme. Assim como foi em “The Doors”, que fala da vida de Jim Morrison, todos os filmes que contam a vida de grandes artistas ( ou a grande maioria pelo menos ), sempre se baseiam nos “defeitos” das pessoas. Certamente dá mais audiência. Mas aí eu lhes pergunto: O que eu quero saber da vida pessoal dele? Se ele fumava, cheirava, transava com homens ou com mulheres, o que eu tenho a ver com isso? O que me interessa é sua arte, sua música, sua poesia! Mesmo sabendo que certamente o filme não abordaria esse lado, ainda o assisti na esperança de ver um pouco do seu lado artístico, o que, claro, me decepcionou! O filme fala somente das suas bebedeiras, suas transas, seu vícios. A única coisa que se salvou no filme, na minha opinião, foi a parte final do filme, com ele já doente no hospital e fazendo seu último show, além da grande atuação do Daniel de Oliveira, que interpretou magistralmente o grande Cazuza.

Mas daí a psicóloga Karla Christine sair chamando-o de marginal, de traficante já é demais. Ela chega ao disparate de compará-lo a Fernandinho Beira-Mar ! Volto a repetir: O que me interessa é sua arte, sua poesia. A vida pessoal dele só diz respeito a ele e sua família, só sua música importa ao público geral. Temos que parar com essa mania tola de ficar julgando as pessoas, comparando-as. Quantas canções Beira-Mar já compôs? Quantos poemas ele já cantou? Quantas vezes ele já levou através da arte um protesto, ou levou alguém a raciocinar sobre algum tema?

Outra coisa que me deixa revoltado é, como diz a psicóloga: Que exemplos os pais do Cazuza passa aos pais? E que exemplo o cantor passa a essa juventude transviada ? Porque temos que ter exemplo nos outros? Todo mundo tem defeitos, ninguém tem que ser exemplo pra ninguém. Tu tem que ser exemplo pro seu filho, pros seus familiares, não pros outros. E essa juventude transviada, como ela se refere aos jovens, que exemplo tem dele? Garanto que tem muitos exemplos, mas exemplos de suas obras, das mensagens que passava através de suas músicas, suas letras. É estúpido acreditar que algum jovem vai começar a se drogar, a transar com outras pessoas só porque viu o cara do filme fazendo. Vamos deixar de ser hipócritas.

Mas, para finalizar, vou usar trechos do próprio Cazuza, que se estivesse vivo, estaria rindo da cara dessa psicóloga:

Descerebrem-se, celebrem
Eu tô aqui pra animar
Cagüetem-se, solidários
Antes do interrogatório
Engrandeçam a mentira
Dêem sentido à vidaTenham fé, tenham medo
Ou usem anestesias
Uniformes, fantasias
Vejam que liquidação!

E para terminar, vamos usar a oração que o próprio Cazuza rezava:
Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Pra essa gente careta e covarde
Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Lhes dê grandeza e um pouco de coragem.

21 comentários:

Tisserand disse...

O filme é meio meia-sola, mesmo.

Em relaçao a vida particular dele, entendo que ninguem tem nada com isso, apesar de achar relevante mostrar - em um filme - para contextualizar a coisa..

E vamo combina que dá assunto pra psicólogo é o mesmo que discuti com político.

Fabio

(um tanto preconceituoso na última afirmação)

Nina 512 disse...

putz... concordo plenamente.
tava discutindo isso um dia desses...

amo³³ cazuza

e se fosse assim, n poderiamos gostar de quase nenhum cantor/ator/... neh
pq hj em dia a maioria faz tudo o que o cazuza vez, só que debaixo dos panos...


bem, obrigada pela visita mais uma vez, e pode me linkar sim! o/

mas n linke aquele n (confessionario), pq eu falo mt da minha vida pessoal ali.
tenho outros 3 blogs, e pode ficar a vontade para escolher um e linkar...

estarei te linkando tb
no "Versos Secos" (nome do blog, rs) ok?

gosto mt das coisas q vc aborda por aqui.


fica em paz menino.

bjo

"" Kinha "" disse...

Acho que fui a unica que gostou do filme ...
Se bem que detonaram o pobre cazuza ...grandes merda, tem mta gente que faz coisa mto pior e não fazem filmes por isso!!!
MAs como tu disseste deve dar mais audiencia!!

Amo CAzuza

bjoss

JU disse...

Leandrinho, Leandrinho, sempre provocando uma polêmica!

Concordo plenamente contigo, só o que se salva no filme é o Daniel de Oliveira. E se os jovens são influenciáveis é porque não tiveram uma educação sólida!

Deverias ter postado esse trecho de "Brasil":

Não me subornaram
Será que é o meu fim?
Ver TV a cores
Na taba de um índio
Programada pra só dizer "sim, sim"


Beijão

Ju disse...

Comentando o comentário do Fabio (comentando o comentário é ótimo,né?).
Tudo bem ser relevante mostrar a vida particular no filme, mas poderia ser algumas pessagens, não o filme todo em cima disso, deixando o importante, que é a poesia, as músicas dele em segundo plano.

E Leandrinho, tu não vai escrever com humor, que, na minha opinião, é o teu forte?? ( Apesar das crônicas e contos serem ótimos, mas quando bpenso nos teus textos sempre lembro do teu humor sutil e refinado).

Beijão

Tisserand disse...

Comentando o comentário da Jú que comentou o meu comentário.. (ufa..)

Tens razão.


Fabio

Fábio Nunes disse...

Bom, eu quando assisti o filme gostei, mas depois de tanto ouvir críticas a respeito, já não sabia mais, afinal, o filme como todos já disseram não retratou o mais importante que era a poesia e o artista que ele era. Mas como um amigo me falou - elogiando o filme- o filme foi feito para quem já conhecia o Cazuza e neste sentido só acrescentou detalhes da vida particular dele, e quanto à poesia, quem conhecia sabia...e pronto. Claro que o diretor poderai ter englobado tudo, ou pelo menos o mais importante, afinal esse seria o objetivo dos filmes, mas como não o fez acabou dando no que deu: um filme altamente criticado.
Eu até acho que como pessoa ele podia ser um transviado, mas como o Leandro mesmo falou: E daí? O que importa nele é a ARTE dele, a música, a poesia. Ainda mais agroa depois de morto, de mito! Se aidna vivesse, ainda poderiam ser feitas críticas e fofocas - obviamente - sobre a vida dele, mas hoje em dia o que mais sobreviveu de Cazuza não foram o lado drogado ou qualquer outro defeito (que bem ou mal qualquer mortal tem), e sim, como já falei diversas vezes, sua ARTE, sua música. E ponto final pra psicóloga.

Bianca Rieth disse...

Eu estava esperando esse texto, sabia?!
Já estava na expectativa e curiosa.
Mas falando do filme, realmente o que se salva é a atuação do Daniel Oliveira. Ele praticamente virou o Cazuza.
As pessoas deviam é “olhar” e compreender suas letras, pois elas têm um significado muito grande. Suas letras consistem em sentidos, emoções, realidade, nostalgia.
Essa psicóloga Karla Christine, devia se preocupar é com as músicas e os próprios cantores que cantam por aí “Creu, Creu, Creu”, e muitas crianças vivem cantarolando e os pais acham bonito, isso que é vergonhoso.
Por favor, “Creu, Creu, Creu” isso é um absurdo, Vocês não acham?

Raquel Verardi disse...

Olha, eu acho que tu tá generalizando de uma maneira que não é bacana.
Pode ser que para ti o mal comportamento de celebridades não faça diferença, mas nem todo mundo pensa assim.
E outra, tu observou no filme que a maioria sas composições foram feitas em momentos que ele tava doidão?
Só por aí, já é possível perceber a imortância de mostrar tudo isso...
Ele até podia ser um poeta, agora não há como negar que ele não é nenhum exemplo de bom moço.

Nao tem Sentido disse...

Concordo com a Raquel e assim como a Kinha gostei do filme...

Gyselle disse...

Nossa, tá animado o papo aqui, hein! Então vou entrar no debate:

Gostei do filme, o cara era fodão e o filme mostra bem isso, talvez exageradamente, mas mostra.

Mas concordo com o Leandro, quando ele diz que ninguém deve ser exemplo de ninguém, cada um ter que cuidar da sua vida!

Descordo da Raquel quando ela diz que o filme mostra que ele escreveu a maioria das suas letras doidão. O filme mostra ele compondo umas 3, no máximo 4 letras, não dá para tirar uma base nisso. E ainda bem que ele não era bom moço, vamos deixar esse papel pra Sandy e Júnior, ou o Fábio Assunção, não é ?

Raquel Verardi disse...

Gyselle, o filme pode não mostrar ele compondo (sentado, escrevendo), mas se tu prestar atenção, vai ver que eles contam de forma indireta a história de muitas músicas dele...
E só pra deixar claro, eu adoro Cazuza!

Laerte Ferraz da Silva disse...

O FILME DO CAZUZA É MAIS UMA VÍTIMA DO SENSACIONALISMO DESENFREADO E DOS "VALORES INVERTIDOS" CULTUADOS PELA SOCIEDADE!!! CALMA, EU VOU EXPLICAR... SENSACIONALISMO DESENFREADO DA MÍDIA, ASTUTA AO PERCEBER QUE A DECADÊNCIA CULTURAL DA POPULAÇÃO SE ALIMENTA DE COISAS BANAIS, "BAIXARIAS", VIOLÊNCIA, PORNOGRAFIAS, ETC, ETC... COMO QUALQUER EMPRESA A INDÚSTRIA DAS COMUNICAÇÕES VISA O MAIOR LUCRO POSSÍVEL, SENDO ASSIM, QUALQUER PRODUÇÃO MIDIÁTICA (CINEMA, TV, REVISTA, JORNAL, ETC) PARA SER SUCESSO, ALÉM DE POLÊMICO DEVE CONTER ALGUNS DESSES INGREDIENTES JÁ CITADOS ANTERIORMENTE. QUANDO ME REFERI A "VALORES INVERTIDOS", FIZ UMA ALUSÃO A INVERSÃO DOS VALORES QUE DEVERIAM SERVIR DE EXEMPLO PARA A SOCIEDADE. AS PESSOAS BUSCAM A BANALIDADE, SE ESPELHAM NA VULGARIDADE, NAQUILO QUE É CORRIQUEIRO E BARATO, A MÍDIA APENAS SATISFAZ SEUS ANSEIOS!!!

cereja disse...

Fiquei estarrecida ao ler esta mensagem de uma pessoa que se diz psicóloga, ou vamos dizer de outra forma, que finge ter sentimentos e preocupar-se com a vida de seres humanos...fico pensando em gente que pensa que detém a verdade...que existe o certo e o errado. Isso tudo é tão relativo. Penso que esta, sei lá o quê, mulher sofre de algum problema muito sério. É certo uma pessoa que já leu o código de ética dos psicólogos sair por aí alardeando que determinada pessoa é traficante, é imoral, morreu pela falta de educação que não teve dos pais?
Ela, sim, precisa de uma terapia URGENTE, e deveria perder a carteira do CRP,ela é um perigo pra sociedade. A forma de amor dessa pessoa, que pensa que é melhor que outros, porque não usa drogas, ou porque não faz bacanal, ou porque não é homossexual, é completamente desvirtuada. Dela, com certeza, eu tenho muito medo, pois é por causa de pessoas deste nível, que nascem os skinhead da vida, a KKK, as formas mais autoritárias de poder. sabem por que? porque ela se acha a dona da moral e desta forma, qualquer ato que pratique vai ser em nome dessa moral tão PODRE E FRACASSADA, que aliás, é o que ela deve ser. Será que os filhos dela vão seguir suas regras cfe ela as dita? Acredito que não...porque a vida está aí, na nossa frente, e, temos de arriscar a sermos felizes. Isto não é nenhuma apologia de drogas, mas sim, um grito de desespero, por ainda vermos pessoas que lidam assim com a vida dos outros...isto, é...julgam, sem nenhum conteúdo, apenas para detonar uma imagem, e , principalmente de uma pessoa que era um artista de primeira linha. O resto é, e sempre foi da alçada dele. Quem é esta mulher? A que ela vem assim de forma tão estúpida e cruel, falar de uma pessoa que ela nunca conheceu? Fico preocupada, muito preocupada ,com seus pacientes...pois se ela determina e sai falando o que é certo e errado, pela internet ,na frente de todos , e ainda se vangloria disto, imaginem o que ela faz dentro e fora do consultório com seus filhos e pacientes.
Ela precisa de AMOR, COMPAIXÃO, SOLIDARIEDADE, porque não existe na sua vida. Com certeza é uma pessoa muito,mas muito INFELIZ.
Jocélia de Souza Lima
terapeuta reichiana

Ricardo Lima disse...

Meu nome é Ricardo Lima. Sou um artista, também. Apesar de não ter a mídia ao meu lado, me sinto orgulhoso de poder tocar nas minhas apresentaçoes as músicas desse fantástico, gênio, rara pessoa, que nos trouxe muita felicidade,sabedoria,humildade,e, principalmente,que..."HÁ UM TEMPO EM QUE É PRECISO ABANDONAR AS ROUPAS USADAS,QUE JÁ TÊM A FORMA DE NOSSO CORPO, E ESQUECER OS NOSSOS CAMINHOS QUE NOS LEVAM SEMPRE PARA OS MESMOS LUGARES".Penso que esta frase é para todos nós humanos, inclusive a que se diz psicóloga(dentro do contexto neo liberal), que estamos aqui na Terra para aprender,entender,modificar-nos,amar, viver...simplesmente viver, sem questionar...Já ouviram a música do grupo ERA - DORI ME, que significa, em latim, "SINTA MINHA DOR".O medo desta pessoinha, que se acha a "dona da verdade", É O NOSSO MEDO DO DESCONHECIDO, O QUE O GRANDE E MARAVILHOSO CAZUZA,EM HORA NENHUMA SE FURTOU.Sou irmão da terapeuta reichiana logo abaixo, jocelia de souza lima e, quando vi seu depoimento, quis dar o meu testemunho do que ESTE MARAVILHOSO SER HUMANO FEZ,OU, PELO MENOS, TEVE CORAGEM SUFICIENTE PARA IR ALÉM...Gostaria de ser um poeta,mas sou apenas um pianista, que busca ser feliz, enquanto estiver neste planeta...um poema em homenagem a "ELE"..."NEM TUDO É FÁCIL NA VIDA,MAS COM CERTEZA, NADA É IMPOSSÍVEL...PRECISAMOS ACREDITAR, TER FÉ E LUTAR PARA QUE NÃO APENAS SONHEMOS,MAS TAMBÉM, TORNEMOS TODOS ESSES DESEJOS REALIDADE". Com todo meu amor,
Ricardo Lima

Ricardo Lima disse...

Meu nome é Ricardo Lima. Sou um artista, também. Apesar de não ter a mídia ao meu lado, me sinto orgulhoso de poder tocar nas minhas apresentaçoes as músicas desse fantástico, gênio, rara pessoa, que nos trouxe muita felicidade,sabedoria,humildade,e, principalmente,que..."HÁ UM TEMPO EM QUE É PRECISO ABANDONAR AS ROUPAS USADAS,QUE JÁ TÊM A FORMA DE NOSSO CORPO, E ESQUECER OS NOSSOS CAMINHOS QUE NOS LEVAM SEMPRE PARA OS MESMOS LUGARES".Penso que esta frase é para todos nós humanos, inclusive a que se diz psicóloga(dentro do contexto neo liberal), que estamos aqui na Terra para aprender,entender,modificar-nos,amar, viver...simplesmente viver, sem questionar...Já ouviram a música do grupo ERA - DORI ME, que significa, em latim, "SINTA MINHA DOR".O medo desta pessoinha, que se acha a "dona da verdade", É O NOSSO MEDO DO DESCONHECIDO, O QUE O GRANDE E MARAVILHOSO CAZUZA,EM HORA NENHUMA SE FURTOU.Sou irmão da terapeuta reichiana logo abaixo, jocelia de souza lima e, quando vi seu depoimento, quis dar o meu testemunho do que ESTE MARAVILHOSO SER HUMANO FEZ,OU, PELO MENOS, TEVE CORAGEM SUFICIENTE PARA IR ALÉM...Gostaria de ser um poeta,mas sou apenas um pianista, que busca ser feliz, enquanto estiver neste planeta...um poema em homenagem a "ELE"..."NEM TUDO É FÁCIL NA VIDA,MAS COM CERTEZA, NADA É IMPOSSÍVEL...PRECISAMOS ACREDITAR, TER FÉ E LUTAR PARA QUE NÃO APENAS SONHEMOS,MAS TAMBÉM, TORNEMOS TODOS ESSES DESEJOS REALIDADE". Com todo meu amor,
Ricardo Lima

Anônimo disse...

essa tal de dra. karla é uma coitada sem alma..deve ter tido uma vidinha linda p não saber o q são os anseios da alma e construir essa sociedade linda...acho q ela deveria se tratar e de jeito algum tratar os outros..pois para isso ela precisaria de um coração...VAMOS PEDIR PIEDADE SENHOR PIEDADE P ESSA GENTE CARETA E COVARDE!!!!!

Cristina disse...

Karla Christine, acredito que todos nos temos o livre arbitrio de sermos quem escolhemos ser, nao eh por acaso que esses herois sao idolatrados, eles sao somente um reflexo da sociedade distorcida que vivemos, onde tudo esta de cabeca pra baixo. Nao acho nem certo ou errado idolatrar Cazuza, nao eh uma questao de certo ou errado, ele foi quem ele queria ser, teve o livre arbitrio de fazer suas proprias escolhas e acabou de tornando um idolo por ser quem ele era, simplesmente Cazuza, todos nos temos uma missao na vida, nasceu sim em berco de ouro, que bom, teve a oportunidade facil de gravar suas letras talentosas e expressar quem realmente era, encarando uma sociedade agressiva e sem valores. Ele era Cazuza e fez sucesso porque as pessoas viam nele uma oportunidade de se expressarem numa sociedade onde sexo e amor sao vistos como coisas "erradas" nao podemos sentir, nao podemos chorar, nao podemos nos tocar , onde na verdade deveriamos tratar esses assuntos como naturais, reprimimos e taxamos como sujo . Quem somos nos para julgar como certo ou errado as escolhas de nossos vizinhos, temos sim que olharmos pra dentro e redescobrir quem realmente somos. Parem de tentar convencer as pessoas e pricipalmente as criancas que drogas e sexo sao do mal, " eh errado" assim criando uma sociedade mentirosa e cheia de problemas. Nao faco aqui apologias as drogas, mas quem nunca bebeu ou fumou um cigarro quando jovem, ou deu um pega em um "baseado" que atire a primeira pedra. Educacao erronea, nao acredito, vivemos numa sociedade onde criancas sem estrutura psicologica alguma engravidam, porque reprimimos o que de mais natural existe no ser humano, consequentemente, temos criancas educando criancas. Sim temos que rever nossos valores, concordo, mas julgar e apontar dedos nao eh a solucao. Talvez eh hora da senhora rever os seus proprios valores.
Temos sim que sermos amigos de nossos filhos, nao temos, SOMOS naturalmente os seus melhores amigos, guiando-os para o caminho do bem e nao impondo nossas opinioes destorcidas da verdade, e sim danda-os o livre arbitrio para fazerem suas proprias escolhas.
Que tipo de psicologia eh essa?
Bem essa eh a minha opiniao, espero que tambem esteja no caminho da minha evolucao !!!! Afinal nos sempre achamos que estamos " certos"

Anonimo

Cristina disse...

Karla Christine, acredito que todos nos temos o livre arbitrio de sermos quem escolhemos ser, nao eh por acaso que esses herois sao idolatrados, eles sao somente um reflexo da sociedade distorcida que vivemos, onde tudo esta de cabeca pra baixo. Nao acho nem certo ou errado idolatrar Cazuza, nao eh uma questao de certo ou errado, ele foi quem ele queria ser, teve o livre arbitrio de fazer suas proprias escolhas e acabou de tornando um idolo por ser quem ele era, simplesmente Cazuza, todos nos temos uma missao na vida, nasceu sim em berco de ouro, que bom, teve a oportunidade facil de gravar suas letras talentosas e expressar quem realmente era, encarando uma sociedade agressiva e sem valores. Ele era Cazuza e fez sucesso porque as pessoas viam nele uma oportunidade de se expressarem numa sociedade onde sexo e amor sao vistos como coisas "erradas" nao podemos sentir, nao podemos chorar, nao podemos nos tocar , onde na verdade deveriamos tratar esses assuntos como naturais, reprimimos e taxamos como sujo . Quem somos nos para julgar como certo ou errado as escolhas de nossos vizinhos, temos sim que olharmos pra dentro e redescobrir quem realmente somos. Parem de tentar convencer as pessoas e pricipalmente as criancas que drogas e sexo sao do mal, " eh errado" assim criando uma sociedade mentirosa e cheia de problemas. Nao faco aqui apologias as drogas, mas quem nunca bebeu ou fumou um cigarro quando jovem, ou deu um pega em um "baseado" que atire a primeira pedra. Educacao erronea, nao acredito, vivemos numa sociedade onde criancas sem estrutura psicologica alguma engravidam, porque reprimimos o que de mais natural existe no ser humano, consequentemente, temos criancas educando criancas. Sim temos que rever nossos valores, concordo, mas julgar e apontar dedos nao eh a solucao. Talvez eh hora da senhora rever os seus proprios valores.
Temos sim que sermos amigos de nossos filhos, nao temos, SOMOS naturalmente os seus melhores amigos, guiando-os para o caminho do bem e nao impondo nossas opinioes destorcidas da verdade, e sim danda-os o livre arbitrio para fazerem suas proprias escolhas.
Que tipo de psicologia eh essa?
Bem essa eh a minha opiniao, espero que tambem esteja no caminho da minha evolucao !!!! Afinal nos sempre achamos que estamos " certos"

Anonimo

Cristina disse...

Karla Christine, acredito que todos nos temos o livre arbitrio de sermos quem escolhemos ser, nao eh por acaso que esses herois sao idolatrados, eles sao somente um reflexo da sociedade distorcida que vivemos, onde tudo esta de cabeca pra baixo. Nao acho nem certo ou errado idolatrar Cazuza, nao eh uma questao de certo ou errado, ele foi quem ele queria ser, teve o livre arbitrio de fazer suas proprias escolhas e acabou de tornando um idolo por ser quem ele era, simplesmente Cazuza, todos nos temos uma missao na vida, nasceu sim em berco de ouro, que bom, teve a oportunidade facil de gravar suas letras talentosas e expressar quem realmente era, encarando uma sociedade agressiva e sem valores. Ele era Cazuza e fez sucesso porque as pessoas viam nele uma oportunidade de se expressarem numa sociedade onde sexo e amor sao vistos como coisas "erradas" nao podemos sentir, nao podemos chorar, nao podemos nos tocar , onde na verdade deveriamos tratar esses assuntos como naturais, reprimimos e taxamos como sujo . Quem somos nos para julgar como certo ou errado as escolhas de nossos vizinhos, temos sim que olharmos pra dentro e redescobrir quem realmente somos. Parem de tentar convencer as pessoas e pricipalmente as criancas que drogas e sexo sao do mal, " eh errado" assim criando uma sociedade mentirosa e cheia de problemas. Nao faco aqui apologias as drogas, mas quem nunca bebeu ou fumou um cigarro quando jovem, ou deu um pega em um "baseado" que atire a primeira pedra. Educacao erronea, nao acredito, vivemos numa sociedade onde criancas sem estrutura psicologica alguma engravidam, porque reprimimos o que de mais natural existe no ser humano, consequentemente, temos criancas educando criancas. Sim temos que rever nossos valores, concordo, mas julgar e apontar dedos nao eh a solucao. Talvez eh hora da senhora rever os seus proprios valores.
Temos sim que sermos amigos de nossos filhos, nao temos, SOMOS naturalmente os seus melhores amigos, guiando-os para o caminho do bem e nao impondo nossas opinioes destorcidas da verdade, e sim danda-os o livre arbitrio para fazerem suas proprias escolhas.
Que tipo de psicologia eh essa?
Bem essa eh a minha opiniao, espero que tambem esteja no caminho da minha evolucao !!!! Afinal nos sempre achamos que estamos " certos"

Anonimo

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,