quinta-feira, 6 de março de 2008

O CHATO II

Nossa, como repercutiu minha última postagem ! Agradeço a todos que deixaram comentários no blog, pessoalmente ou pelo e-mail.

Realmente estava indignado essa manhã com o pessoal da firma, e por isso escrevi aquele texto. Mas acabei me expressando mal, fui crítico demais, passei uma imagem errada para aqueles que me conhecem através do blog, que não me conhecem pessoalmente. Acabei passando uma imagem de certinho, de "politicamente correto", de chato mesmo.

Mas não sou assim, juro! Não sou um chato, pelo menos para muitos. Claro que eu falo bobagens, e muita, muita mesmo. Assisto grandes porcarias na Tv (Assisto o pânico! ), gosto de jogar um bilhar, tomar uma cerveja e falar besteiras, entrar em sites sem nenhum nexo, assistir vídeos trash no You Tube. Sou um cara normal, como qualquer um outro.

Só que tem coisas eu não gosto, fazer o quê? Não vou mudar isso. Não gosto de BBB, não suporto ver aquilo. Juro que já tentei assistir, fui visitar uma prima e ela estava assistindo. Pensei: "Tudo bem, vamos ver o que esse programa tem de bom!" Mas não encontrei nada, nada mesmo. Que moral tem um monte de gente amarrada numa árvore? Prova de resistência ? Resistência é passar um mês com um salário mínimo. E andar fantasiado dentro de casa? Qual a moral ???

Não gosto de novelas também, não tem jeito. É tudo muito previsível. Também não gasto meu dinheiro para comprar um ingresso de um filme de super-heróis. Isso eu vejo de graça nos desenhos, num gibi, mas num cinema? De jeito nenhum.

Também não tenho nada a ver com o que os caras gastam seus salários. Se eles quiserem comprar acessórios, eletrônicos, que bom pra eles. Só que eu fico triste porque eles não investem em si mesmos, não buscam uma educação melhor. E depois vêem reclamar comigo de que o serviço é ruim, que o salário é baixo, que o chefe é um ***. Mas aí pergunto a eles: "Tudo bem, concordo contigo, mas o que você está fazendo para mudar essa situação ?" Não adianta reclamar e continuar com a mesma vidinha, não buscar um crescimento pessoal. Queixar-se não vai melhorar sua situação.

Não é todo dia que falo sobre política, guerras ou outras atualidades do mundo, falo muito sobre futebol, as vezes até demais. Só não concordo em viver pensando 24 horas por dia nisso. Eles se revoltam mais com as derrotas de seus clubes do que os milhões gastos com um cartão corporativo. Como diz o David Coimbra " Suas vidas são tão apáticas que eles se preocupam em demasia com seus clubes para preencher o espaço vazio de suas vidas".

Outra coisa que não suporto é funk. Não tem jeito. Muito menos sertaneja, ou outra modinha do momento. Curto meu rock'n roll e não abro mão. Curto outros sons, é claro, mas tem que haver um mínimo de qualidade nele.

Respeito as diferenças deles, só peço que respeitem as minhas. Ás vezes me irrito com eles, mas quase sempre tenho pena. Pena deles não ter um ideal na vida, não buscar um sonho. Até os entendo, tento pelo menos, mas porque eu busco os meus eles tentam me desmotivar, me convencer a desistir. Mas sigo firme no meu caminho. Só peço que respeitem minhas diferenças.

8 comentários:

Tisserand disse...

Tu é o cara que mais escreve no blog.. Varias atualizações.... heheh

Mto bom o texto...


Fabio

Cristiane disse...

Acho que o texto descreve muito bem a pessoa que vc é!! Como sempre você é bom em se expressar escrevendo!! Achei muito bacana!! Queria que vc escrevesse um dia sobre o tempo em que conversávamos até altas horas na juventude, nossos sonhs,desejos, amizades....Naquele tempo nós nos permitíamos mais, abriamos o coração...E sabe tenho certeza de que muita gente sente falta daquele tempo, existem muitas pessoas que sentem falta daquela época e dos amigos, de tudo...Então um grane beijoooo e vai aí minah sugestão....

Um Beijooo Cris.

COMMUNIQUER disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luana disse...

Oi! Mais polêmicas!
Ok! Concordo com o respeito aos gostos, mas sem impô-los. Não abro mão de meus gostos e ideais, mas não preciso bater de frente com alguém que não tem os mesmos interesses que os meus. Quando me perguntam sobre o bbb, digo: - Bah, não assisto. Daí até comentam alguma cena comigo e eu digo: - Hum. Será que chove? Não é dizendo: - Bah cara odeio o bbb - que estou sendo leal às minhas preferências. Não vou entrar em uma discussão polêmica como esta com alguém que mal conheço! A não ser que seja um amigo, mas daí é outra história!
E quanto ao David Coimbra, que sujeitinho mais convencido e chato. Fui a uma palestra dele. Acha que sabe muito e que jornalista é que tem que saber o que é bom para o povo ver e ler. Ele discorda da questão interativa entre público e imprensa (enquetes, sugestões, foto do leitor...).

LUANA disse...

Oi! Acho que apenas postou o que estavas sentindo. Ok! ninguém vai julgá-lo crítico ou chato por este motivo. julgasse por ações. Eu mesma sou muito crítica. E odeio muitas coisas. Muitos comportamentos. Choro quando vejo a propaganda do Greenpeace (aquela que não passa mais - você é da geração dos que sonhavam em mudar o mundo?), mas o que estou fazendo para mudar isso? E a outra pergunta: O que eu poderia fazer para mudar isso? Virar hippie? Não tomar mais banho para não gastar água? Seria um certo exagero! Bom, estou fazendo algo mas é muito pouco. Sou hipócrita quanto a esse assunto em julgar os outros que poluem? Acredito que não. Mas isso é sobre mim e não vem ao caso. Mas esta é a vida, certo? Pensem como quiserem, ninguém pode podar seus pensamentos, assim como ninguém pode livrá-los das críticas.
Odeio ser criticada mas me inspira criticar. Escuto as criticas e critico as críticas. Um blog não é feito somente de comentários que apoiam opiniões, mas de divergências também.
Bom, este post ficou meio confuso, mas com as idéias principais aproveitáveis.
Acredito que discutir opiniões é uma espécie de exercício mental, onde aproveitamos para pensar nos argumentos contrários que não nos foram apresentados e mostramos o outro lado do tema à pessoa que criticou. E essa pessoa nos devolve a crítica, citando os furos em nossos argumentos. Adoro discutir. Abre a cabeça. Minhas opiniões são mutáveis.
Estou pronta para ser criticada.
Te adoro meu anjo.

besos

Bianca Rieth disse...

Cara, eu não te acho chato, apesar de não conhecê-lo pessoalmente. Eu entendo suas posições referentes à busca por conhecimento. Eu sou uma pessoa bastante crítica – e muitas vezes as pessoas me consideram chata ou pior, convencida – Não vou te dizer que eu não assista o BBB, que não olhe novela, pois faço tudo isso. Mas não perco o meu tempo querendo saber tudo sobre esses programas. Prefiro assistir um jornal, ler um jornal, ler livros, estudar – pois ta aí algo que eu realmente me interesso, os meus estudos – É isso aí cara, as coisas muitas vezes quando fogem dos parâmetros são consideradas “chatas”, mas tudo tem o sue valor e a sua medida. Mas uma coisa é certa, não mude. Eu agradeço!! Acho suas idéias interessantíssimas. Tem uma frase que eu li em algum lugar, e acho que foi no orkut – pois eu adoro olhar fotos e perfis só para ver se acho alguma coisa legal e bacana, e olha?! Eu sempre acho - que diz assim:

“Nunca se abandone”

Acho que isso fala tudo...
Abraços!!

Ah! Eu coloquei o link do teu blog no meu, tu poderia colocar o meu no teu? Se não fosse pedir muito, assim divulgamos nossas idéias. :)

Fábio disse...

Pois é, quem não se comunica, já dizia o ditado, se trumbica. Mas não me pergunte o que significa "trumbuca", rsrs. E quem se comunica...corre o risco de não ser bem entendido. Por isso a importância de se expressar, sempre, e continuamente, expressando as idéias, até que entendam o que queremos dizer.
E no fim tudo faz parte!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,