segunda-feira, 24 de março de 2008

O VELHO RUBINHO


Semana passada na abertura da Fórmula Um aconteceram algums atrapalhadas que só poderiam ter acontecido com o Rubinho mesmo.


Ok, tudo bem, pode ser que a equipe tenha falhado, e falhou memso ao mandá-lo para o pit-stop e liberá-lo antes de terminar de abastecer, mas ao sair dos boxes com a luz vermelha foi erro seu.


Sim, confesso que não gosto mesmo do Rubinho. Deixei de gostar de F-1 por causa dele. Fiquei com vergonha de ser brasileiro naquela corrida que ele deixou o Schummacher passá-lo a alguns metros do final da corrida. Até o "mala" do Galvão Bueno ficou constrangido daquele pastelão.


Muitos vão argumentar que se trata de estratégia de equipe, de que ele é um funcionário e tem que obedecer o que a equipe manda. Mas para mim não há justificativa para aquela marmelada. O Alemão não iria perder o campeonato por causa daqueles míseros dois pontos. Ele não deveria ter baixado a cabeça pra equipe, o que poderia ter acontecido com ele, ser demitido? Ele não acabou saindo da equipe mesmo?? Então, por que se submeter aquela cena e passar por um papel ridículo???


Pra mim Rubinho sempre vai ser lembrado como um piloto medíocre e protagonista de uma das cenas mais vergonhosas do esporte.

6 comentários:

Tisserand disse...

Vamos aos fatos: Acho que a corrida que tu falas foi narrada pelo Cléber Machado, e não pelo Galvão Bueno. As frases finais do Machado até viraram piada posteriormente.

"hoje nao rubinho. Hoje não rubinho. Hoje não rubinho (pedindo que não entregasse a prova).... HOJE SIMM"... e passou a lamentar o ocorrido.

Foi um jogo de equipe, não adianta. Ou ele entregava, ou encerrava a carreria ali, naquele final de grande prêmio.

Ao meu ver, ele mostrou-se superior ao alemão, tanto que, entregou somente nos últimos metros.

Cretino era o regulamento da FIA que permitia esse absurdo.

Agora deixar de acompanhar o esporte? piloto mediocre?? Vamo combina né?

O cara foi vice-campeao do mundo, ficando atrás somente do melhor de todos os tempos (para muitos o melhor é o senna, mas enfim. Acho o mesmo que comparar o maradona com o pelé).

Que que sobra pro Sato, pro ZOnta, e pra outra turma dos comuns??

Abraço

Fabio

Leandro Luz disse...

Quem costuma ler meu blog sabe que não tenho o costume de responder aos recados, mas hj vou abrir uma excessão:

Posso estar errado, mas tenho quase certeza de que o narrador era o Galvão, e as palavras eram:"Hoje vai Rubinho (vai conseguir vencer), hoje vai, hoje... nãããooo...

Foi um jogo de equipe com certeza, mas encerrar a carreira ali soa como exagero, não? Talvez saísse da equipe naquele momento, mas sairia de cabeça erguida!

Tudo bem, ele foi vice-campeão. Mas vamos combinar que na época a Ferrari tinha um carro muito, mas muito superior aos outros. Só assim ele conseguiu bons resultados. E porque agora ele não consegue? Tudo bem que a equiope é fraca, mas seu companheiro fez SEIS pontos ano passado, e ele ZERO !!!

Posso estar enganado, mas para mim ele é medíocre, comum !

Mas obrigado pelos comentários! Esse é um espaço de debates!

Abraço

Ju disse...

Concordo com o Leandro, para mim aquela cena foi o amior fiasco do esporte brasileiro. e o Rubinho só conseguiu ser vicecampeao porque a ferrari era disparada a melhor equipe.

Acho o rubinho um piloto muito ruim.

Tisserand disse...

Tréplica.

Continuo achando que estás equivocado, assisti ao Grande Prêmio. Aí vai o link da narração do Cleber Machado. Para ti, que não gosta do Rubinho, vai adorar. (http://www.youtube.com/watch?v=T-PgZ7Psel8)

Voltando a discussão. Ao afirmar “encerraria a carreira no final do GP” falei no sentido figurado. Contudo, acredito sim, que não teria mais futuro na categoria. Veja bem, se tu fosse um dono duma equipe e o piloto da equipe vizinha mandasse o seu chefe a merda e não seguisse as suas ordens, e fizesse o que bem entendesse, fodendo com toda a estratégia que ele organizou... Tu contrataria? Eu não.

Em relação a ser apenas dois pontos de diferença, (acho que eram três, não recordo bem), olhando assim, de fora, parece bobagem. O schumacher foi campeão com 144 pontos, e o Barrichello vice com 77. O terceiro ficou apenas com 50. Mas, o Gp da Austria foi o sexto de 17 corridas. Com certeza essa disparidade não estava tão grande.

A Ferrari era melhor, tudo bem. Mas e daí? Perde o mérito?

Voltando a “mediocridade” do Rubinho, só para constar: Disputou mais de 250 corridas na F1 (um medíocre não consegue ficar tanto na elite do automobilismo), fez mais de 500 pontos (é um dos maiores pontuadores da história da F1), garantiu 61 pódiuns, 13 polis, 15 voltas mais rápidas e por aí vai. Comum? Não dá.

Quanto ao não pontuar na temporada passada, o carro é ruim mesmo. E, tudo bem, o companheiro conseguiu fazer 6. Ok. Para alegria geral da nação, ou apenas a tua, ele está em uma grande má fase.

Mas me vem a cabeça, os pilotos Frentzen, Panis, De la rosa, Button, Trulli, Heidfeld, Sato, Salo, Mc nish... todos não chegam nem a metade do Rubinho. Esses sim, são comuns e medíocres.


Abraço

Laerte Ferraz da Silva disse...

O QUE MAIS FRUSTRA OS BRASILEIROS É QUE DEPOIS DA MORTE DO SENNA, O RUBINHO ERA A NOSSA MAIOR ESPERANÇA. INDICADO POR ALGUNS ATÉ MESMO COMO SEU SUCESSOR, A GLOBO COLOCAVA ATÉ A MUSIQUINHA DO SENNA QUANDO O SEU REBENTO VENCIA ALGUMA CORRIDA (DEPOIS A PRÓPRIA EMISSORA PERCEBEU O QUANDO ERA RIDÍCULA ESSA ATITUDE)! ESSA INEVITÁVEL COMPARAÇÃO ENTRE O SENNA E O RUBINHO SOMADO AS TRABALHADAS E INSUCESSOS DO DITO CUJO, AJUDARAM A RIDICULARIZÁ-LO E TORNÁ-LO UMA PIADA! HOJE NOSSA MAIOR ESPERANÇA É O FELIPE MASSA, AO VÊ-LO, RELEMBRO O RUBINHO NO INÍCIO DA SUA CARREIRA NA FÓRMULA 1! SÓ O TEMPO DIRÁ SE ELE IRÁ SER UM SUCESSOR DO SENNA OU DO RUBINHO!! NA MINHA OPINIÃO ELE SE ENCAIXA NA SEGUNDA OPÇÃO!!!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,